Volta às aulas na rede municipal de Castro iniciam dia 22

Volta às aulas na rede municipal de Castro iniciam dia 22

Matheus de Lara

A Secretaria Municipal de Educação definiu para segunda-feira (22), o retorno às aulas na rede municipal de ensino. Por conta da pandemia do Coronavírus, a prevenção contra à Covid-19 para receber aos alunos, será seguido o protocolo sanitário realizado pela secretaria, para que todos se sintam seguros. A novidade é que o ensino será de forma híbrida, ou seja, com atividades presenciais e remotas.

Diretores e funcionários desde o dia 1° já retornaram para o trabalho e os professores que iniciaram suas atividades nessa primeira semana de fevereiro, seguem até esta sexta-feira (5) com atividades de formação. Em duas semanas a partir do dia 8 e segue até dia 19, as equipes de cada escola estará de portas abertas recebendo os pais, em virtude da entrega de atividades. Nesses dias de acolhimento será distribuído aos pais um Termo de Ciência, que tem como objetivo visar o retorno as aulas presenciais, e caso não concordem deve continuar com o ensino remoto.

Em entrevista a reportagem do Página Um News, a secretária municipal de Educação, Rejane de Paula Nocera, disse que a volta as aulas será de forma escalonada. “50% dos alunos dos 4° e 5° anos vão se apresentar de segunda à quinta-feira, começando com esse grupo. Depois de quinze dias, em 5 de março, vai ser realizada uma avaliação em conjunto com a Secretaria de Saúde do município. Se a avaliação for positiva, vamos chamar os alunos do segundo grupo que são os de 1°, 2° e 3° anos, seguindo o mesmo molde de 50%, e também será permitido a volta das classes especiais e salas de recurso”. Nas sextas-feiras os professores farão planejamento de atividades.

De acordo com a secretária, se tudo seguir corretamente serão chamadas as crianças da pré-escola alunos de 4 e 5 anos. “Por último será as creches, que são grupos para a gente perceber o andamento das demais. Os Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) serão os últimos pela questão de que muitas crianças não conseguem ficar com a máscara, a dificuldade de permanecer e principalmente na hora de dar comida na boca pelo contato, e estamos atendo a tudo isso”, esclarece.

Protocolo

Sobre a questão de como está sendo realizado o planejamento de retorno a volta as aulas, Rejane, conta que, “foi elaborado através do protocolo pela Secretaria da Educação já no ano passado o qual foi atualizado, juntamente com o setor da alimentação escolar e da Secretaria Municipal de Saúde. Foi feito o Protocolo Sanitário de retorno as aulas presenciais, por um documento que esse ano já passou pelo aval da Saúde e da Vigilância Sanitária. Com isso já foi realizado reuniões com os diretores e está disponível na página da prefeitura no setor de Educação”.

No protocolo disponível mostra todas as medidas de higiene e biossegurança que devem ser adotadas por todas as escolas, como uso da máscara e álcool em gel, limpeza das mãos com água e sabão, cumprir o distanciamento, nas salas de aulas e nas horas das refeições, entre outros itens. De acordo com a secretária o transporte escolar público não haverá até o momento, fato que a Secretaria de Estado ainda não informou quando deve iniciar, mas para os transportes particulares a regra para seguir.

Rejane finaliza que a expectativa da volta as aulas deve ser positiva. “Vai ter várias citações, pessoas concordando e outras não, mas a expectativa é que a gente tenha muita cautela nas decisões, para que possamos caminhar de uma maneira gradativa. Não vamos começar com todos os alunos de primeiro momento, para perceber como será o funcionamento de cada escola”.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.