Veado-mateiro encontrado no Guararema morre por arma de fogo

Veado-mateiro encontrado no Guararema morre por arma de fogo

Da Redação

A Guarda Municipal (patrulha rural), acompanhada de um técnico de manejo e meio ambiente do Instituto de Água e Terra (IAT), esteve na manhã de quinta-feira (21) na localidade do Guararema, em Castro, atendendo um solicitante que relatou ter resgatado um veado-mateiro (Mazama americana) que estava sendo perseguido por alguns cães e apresentava ferimentos.

No local foi constatado que o animal já estava sem vida, e apresentava ferimentos ocasionados por arma de fogo.
O animal foi recolhido pelo técnico do IAT.

A GM informou que caça de animais silvestres é crime previsto em Lei.

Veado-mateiro

Também conhecido como suaçupita, guatapará, guassu-pará, veado-pardo, veado-capoeiro, veado-vermelho, veado retovado (português), red brocket deer (inglês), venado colorado, corzuela colorada, corzuela roja (espanhol), guazú-pithá (guarani), o veado-mateiro é a espécie mais abundante de cervídeo do gênero Mazama.

Embora seja encontrado em florestas densas e úmidas por toda a América do Sul, o veado-mateiro é um animal reservado e existem poucos estudos em vida livre sobre ele. É uma espécie de hábitos solitários e crepuscular, mas pode formar pares no período reprodutivo. É a maior espécie do gênero e se alimenta de frutos, folhas, brotos e gramíneas, sendo bastante seletivo na escolha de sua alimentação. A gestação dura cerca de 225 dias e pare um filhote por vez, que nasce com pintas brancas no corpo. Não existe sazonalidade nos nascimentos.

Fotos: Guarda Municipal / Divulgação

Redação Página 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.