RETROSPECTIVA: Vacina, vinda do presidente da República a Castro e até um tornado marcaram 2021

RETROSPECTIVA: Vacina, vinda do presidente da República a Castro e até um tornado marcaram 2021

Luana Dias

Parecia um ano morno, mas 2021 superou em todos os sentidos. Ação aguardada vacina chegou, presidente Bolsonaro visita Castro e outros três municípios, e até um tornado colocou o Campos Gerais na mídia nacional. Confira as dez mais impactantes notícias publicadas pelo Página Um News na visão da jornalista Luana Dias:

Castro recebe vacinas contra a Covid-19

Em um ano cheio de desafios, marcado por perdas, dificuldades, instabilidade política e econômica e por um Brasil que se destacou mundo afora, pelas notícias que ninguém gosta de ler, a chegada da vacina contra Covid-19, em janeiro, tornou-se sinal de esperança, embora nos próximos meses de 2021 a pandemia ainda fosse aterrorizar muitas famílias.

Em Castro a aplicação da primeira dose ocorreu no dia 19 de janeiro de 2021, e foi a técnica de enfermagem, Andreia Cristina do Nascimento Rodrigues, quem recebeu o primeiro imunizante. A vacina chegou no primeiro lote enviado para o município, com 595 unidades. A chegada da vacina, assim como em todas as demais cidades brasileiras, era muito esperada por aqui. A reportagem do Página Um News acompanhou esse início da imunização, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do munícipio, onde Andreia trabalha.

Na sequência a Secretaria irá se Municipal de Saúde seguiu as determinações do Ministério da Saúde para proceder com as fases de imunização. Na primeira foram imunizados os profissionais de saúde da UPA e os que trabalham no SAMU do município, e os moradores e profissionais dos lares onde vivem idosos em Castro. Na segunda fase foram vacinados os profissionais de saúde da linha de frente, e profissionais que prestam serviços pelo SUS.

Fenômenos naturais relevantes

O ano de 2021 também foi marcado por fenômenos naturais que assustaram e deram prejuízos aos moradores de Castro. Logo nos primeiros meses, residentes de diversos bairros tiveram suas casas alagadas pela chuva. Já em março, um tornado foi registrado na região conhecida como Cunhaporanga, em área de lavouras. O período de inverno foi marcado por extremos – dias de temperaturas negativas, e nas últimas semanas, um clima típico de verão. No mês de dezembro foi a queda de granizo que castigou moradores do Cercado, destruindo a cobertura de casas e alagando residências.

Mortes por Covid em Castro

Em 2021 a pandemia foi responsável pela morte de 205 castrenses, e devido a tantas perdas, muitas famílias terminarão o ano em luto. Entre as vítimas da Covid estão os empresários Eny Beck e Eduardo Alves Rosa (Dudu), que faleceram em janeiro; padre Faustino Jose Tonini, natural de Nova Trento/SC, mas que se formou e foi ordenado em Castro, (abril); e o taxista Jorge Bonfim Gomes (julho). No segundo quadrimestre do ano a cidade viveu a pior fase da pandemia, e no mês de maio bateu o recorde de mortes em 24 horas. Em cinco dias o município registrou 13 óbitos em função da Covid, e nesse período (entre 22 e 26), chegaram a falecer seis pessoas em um único dia.

Castro citada na CPI da Covid

No mês de agosto, enquanto a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) investigava supostas omissões e irregularidades nas ações do governo federal durante a pandemia, até a cidade de Castro foi citada nos depoimentos. A cidade foi mencionada durante um depoimento que deveria explicar sobre participações empresariais na negociação para a compra de vacinas. Dados apurados revelaram que uma empresa, que tem sede em Alphaville/SP, declara entre os bens, um terreno supostamente localizado na cidade.

Morte de peixes no Rio Iapó

No mês de setembro uma das notícias que mais chocou os castrenses foi a da morte de uma tonelada de peixes, retirada entre os dias 8 e 9 do Rio Iapó. A identificação da causa da mortalidade dos animais ficou por conta do resultado de avaliações, feitas por órgãos responsáveis. Apesar da pressão popular ocasionada pelo fato, ainda não há explicação satisfatória sobre o caso. Na ocasião, o abastecimento de água também foi afetado na cidade.

Duas castrenses na Lista da Forbes

O município de Castro foi representado em 2021 por duas mulheres na Lista Forbes das ‘100 Mulheres Poderosas do Agro’. A suinocultora Ana Carla de Oliveira Bueno e a coordenadora da Comissão Mulher Cooperativista da Cooperativa Castrolanda, Debora Noordegraaf, são as mulheres que se destacaram no agronegócio local, e segundo a própria Forbes, estão na lista de mulheres que representam o movimento de mudança no campo. Os nomes das mulheres que fazem parte desse elenco foram divulgados em outubro.

Castrense vice de Associação de Futsal

No mês de novembro o novo vice-presidente da Associação Mundial de Futsal (AMF) passou a ser o castrense Antenor Telles. Eleito após a Assembleia anual da entidade, Antenor, que também é presidente da Confederação de Futebol de Salão do Brasil (Futsal AMF), passou a deliberar como gestor das Américas do Sul e do Norte, pelo período de quatro anos.
Esta é a primeira vez que o cargo é ocupado por um brasileiro.

Visita de Bolsonaro a Castro

Nos dias 5 e 6 de novembro, Castro recebeu pela primeira vez a visita de um presidente da República. Jair Messias Bolsonaro (PL) chegou a Castro numa sexta-feira para a visita que estava sendo articulada há meses pela deputada Aline Sleutjes. No município o político foi recepcionado por apoiadores, na presença dos quais participou de evento na Cidade do Leite. Durante o evento, na presença de Bolsonaro, também foram entregues títulos de regularização fundiária, INCRA para moradores da cidade de Jardim Olinda.

Fim dos contratos do pedágio

Ainda no mês de novembro ocorreu no Estado algo que por muitos foi celebrado, e que é novidade para a geração dos castrenses que estão na faixa etária dos 20 anos – o fim das cobranças de pedágio nas praças administradas por empresas, que há 23 anos prestavam serviços no Paraná. No dias 26 e 27, chegaram ao fim os contratos de concessão entre o Estado e as cinco empresas responsáveis pelo Anel de Integração.

Inflação volta a atormentar

2021 também foi um ano marcado pela volta da inflação, que se fez muito presente na vida de brasileiros, em todas as cidades do país. A alta generalizada de preços causou ainda mais desequilíbrio financeiro entre as famílias, que em muitos casos, estão terminando o ano endividadas. Um exemplo clássico do quanto os preços se elevaram em 2021 está no litro da gasolina, que sofreu reajuste superior a 70% entre os meses de janeiro e novembro.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.