Rafael Rabbers pede explicações do porque Castro estar fora do Mapa do Turismo Brasileiro

Rafael Rabbers pede explicações do porque Castro estar fora do Mapa do Turismo Brasileiro

Luana Dias

O vereador Rafael Rabbers está questionando na Casa de Leis, a ausência de Castro no Mapa do Turismo Brasileiro, registrado no Sistema de Informações do Mapa do Turismo Brasileiro (SISMapa). Rabbers teve o requerimento, com os questionamentos, aprovado na sessão da Câmara Municipal há uma semana, e aguarda posicionamento do Executivo.

O vereador justificou o requerimento lembrando que o município de Castro não está cadastrado no novo Mapa do Turismo Brasileiro, divulgado pelo Ministério do Turismo no final de março. Além de questionar a motivação da exclusão, o vereador também pergunta, através do requerimento, se o Poder Executivo Municipal tem tentado a inclusão de Castro no Sistema.

Ao conversar com a reportagem, Rafael Rabbers destacou que o SISMapa é um instrumento que reúne municípios que adotam o turismo como estratégia de desenvolvimento e identifica necessidades de investimentos e de ações para a promoção do setor em cada região. Com base na importância dessa participação, ele defende a inclusão da cidade. “Integrar o Mapa do Turismo Brasileiro é importante para ficar alinhado com os princípios da Política Nacional de Turismo e, assim, estar apto à captação de recursos do governo federal. Vejo a retomada do setor após dois anos difíceis com a pandemia, acredito que o turismo irá movimentar bem a economia esse ano”, ressaltou ele.

Cidade ainda pode ser inclusa

Assim como Castro, outras cidades da região também ficaram de fora do Novo Mapa do Turismo Brasileiro. A região dos Campos Gerais reduziu de treze para nove municípios cadastrados no SISMapa, sistema da qual fazem parte cidades que atendem a determinados critérios, como por exemplo, comprovar que que tem conselho municipal de turismo ativo, plano de trabalho elaborado para os próximos doze meses e fazer parte da regionalização do turismo.

Os municípios que não foram incluídos na primeira etapa, ainda podem ajustar procedimentos e se adequar para integrar o Mapa do Turismo Brasileiro. A partir deste ano, gestores de turismo podem atualizar informações ou cadastrar municípios a qualquer tempo e não mais a cada dois anos, como era o processo anterior de elaboração do Mapa do Turismo.  Com a medida, a plataforma de atualização permanece aberta durante todo o ano.

FOTO: Divulgação/Câmara Municipal de Castro

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.