Quarta-feira de Cinzas abre período quaresmal: data conta com celebrações especiais nas igrejas católicas da cidade

Quarta-feira de Cinzas abre período quaresmal: data conta com celebrações especiais nas igrejas católicas da cidade

Luana Dias

Nesta Quarta-feira de Cinzas (2), a Igreja Católica, assim como devotos da Igreja Ortodoxa, anglicanos e luteranos, celebram a chegada da Quaresma – período de 40 dias que antecede a celebração do domingo de Páscoa (17 de abril), tradicionalmente dedicado a celebração da ressureição de Jesus Cristo. O período é para os fiéis, tempo de preparação para a celebração da ressureição.

Sobre essa preparação, a reportagem conversou com o pároco da igreja matriz de São Judas Tadeu, padre Franco Allen Sonensi. O sacerdote explicou, por exemplo, que esse tempo de preparação é fundamentado, sobretudo, em um tripé de ações a serem adotadas pelos católicos durante a Quaresma: oração, jejum e prática da caridade. “A Quarta-feira de Cinzas é o início do período quaresmal, que é o tempo de 40 dias antes da Páscoa. Deve haver esse tempo de preparação, porque a celebração principal do catolicismo é a Páscoa. A ressureição de Cristo é a grande certeza que temos, e é o centro de toda a nossa vida cristã. Dessa forma esses três pontos são essenciais para essa preparação. É um tripé que dá sustento a esse tempo”, destacou o pároco.

Segundo padre Franco, nesse período os fiéis são chamados a oração, e há um incentivo maior para a prática das obras de caridade, assim como para o jejum, elemento do tripé que tem um significado amplo na religião. “A igreja sempre pede que possamos fazer a experiência da falta, da abstinência, e quando fazemos esse exercício, e sentimos falta de algo, passamos a valorizar ainda mais, e, treinamos os nosso corpo para abastecer-se de outras coisas maiores. Por exemplo, deixar de comer carne talvez não seja uma sacrífico tão grande, mas se eu consigo realizar esse exercício de abstenção, automaticamente, também estou me exercitando para deixar de lado coisas muito maiores, e por isso também, é tão importante a prática do jejum”, ressaltou.

O ritual da Quarta-feira de Cinzas

Além de marcar o início da Quaresma, a Quarta-feira de Cinzas deste ano também foi instituída pelo papa Francisco como um dia de oração e jejum pela paz. Conforme explicou padre Franco, é um convite do papa à igreja católica do mundo inteiro, para que sejam dedicadas orações e o exercício do jejum, pela paz, sobretudo na Ucrânia, que vem sendo alvo de ataques, e vive dias de muita violência e violações.

Tradicionalmente neste dia também são realizadas missas e celebrações especiais em igrejas de todo país, e há a imposição das cinzas – o ritual costuma fazer com que as celebrações do dia sejam lotadas, e segundo explicou o padre, tem a missão de remeter à nossa origem e ao fim da vida de cada ser humano, além de ser um convite à conversão. Tanto que durante a colocação das cinzas sobre a cabeça ou testa dos fiéis, são citados versículos bíblicos que estão diretamente relacionados aos temas. Um dos mais comuns, retirado do Livro de Gênesis (Gênesis 3:19.), diz justamente que ao pó todos irão retornar, ao fim de suas vidas. “As cinzas têm significado muito importante, ela tem a essência de nos ajudar a lembrar de onde nós viemos e para onde nós vamos. Viemos do pó e o fim da nossa existência humana também é o pó, e a Quarta-feira de Cinzas nos ajuda a lembrar isso, por isso recebemos as cinzas durante a celebração”, explicou o padre.

Durante a quaresma fiéis são mais participativos

Ao longo do período quaresmal, há perceptivo aumento na participação dos fiéis nas celebrações da igreja, mas de acordo com padre Franco, atualmente também há mais consciência, por parte de quem participa ativamente do cotidiano da igreja. “É muito nítido, em nível geral, que hoje há um crescimento muito grande da consciência daqueles que seguem. Hoje as pessoas são muito mais conscientes da missão e da caminhada que têm. Ainda existem dificuldades, a pandemia também trouxe prejuízos, principalmente em relação a participação de pessoas de mais idade e de lideranças, que com medo, acabaram não voltando, não assumindo cargos que tinham antes, mas vemos com bons olhos o fato de as pessoas estarem mais conscientes do que exercem e do que querem, afinal, temos que fazer sempre esse questionamento, sobre a nossa missão: Será que são só benefícios, ou eu também preciso fazer a minha parte?”, finalizou o pároco.

Programação das paróquias de Castro                                                      

Abaixo segue a programação de cada uma das quatro paróquias do município, para as celebrações da tarde e noite da Quarta-feira de Cinzas:

Matriz Sant’Ana: missa às 15 e às 19 horas; Matriz Nossa Senhora do Rosário: missa às 19h30; Matriz do Perpétuo Socorro: missa às 16 e às 19h30, e Matriz São Judas Tadeu: Adoração pela paz às 18 horas e missa às 19 horas.

Padre Franco Allen Sonensi, pároco da Matriz de São Judas Tadeu

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.