PIB de Castro em 2019 sofre variação e cai para R$ 2,76 bilhões

PIB de Castro em 2019 sofre variação e cai para R$ 2,76 bilhões

Matheus de Lara

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) divulgou na sexta-feira (17), a soma mais recente de todos os bens e serviços finais, o Produto Interno Bruto (PIB), referente ao ano de 2019. A pesquisa apontou que a cidade de Castro terminou o ano em R$ 2,76 bilhões, apresentando redução de 1,98%, em relação a 2018, quando o município alcançou a marca dos R$ 2,81 bilhões.

Já o PIB per capita, Castro sofreu queda. De R$ 39.629,73 em 2018, caiu para R$ 38.661,79 em 2019. O PIB de 2020 será divulgado somente em dezembro do ano que vem.

Na agropecuária, Castro continuou em segundo lugar no estado, com queda e soma R$ 524 milhões, mas continuando sendo uma das cem principais cidades do país no ramo da atividade agropecuária. Em comparação ao ano anterior, somava R$ 552 milhões no Paraná. No setor da indústria, também apresentou uma queda em 2019, somando R$ 503 milhões. Em 2018, retratava uma renda de R$ 546 milhões.

Região

Carambeí apresentou alta no PIB. De acordo com a pesquisa, em 2019, cresceu 14,12% e fechou o ano em R$ 1,48 bilhão, enquanto em 2018, somava R$ 1,3 bilhão. Já a agropecuária, o município se apresenta em 12° lugar no estado, com R$ 304 milhões. O PIB per capita também subiu, passou de R$ 56,7 mil em 2018, para R$ 63.624,53 em 2019.

A soma de produtos na cidade de Ponta Grossa cresceu 3,65%, atingindo a marca dos R$ 15,6 bilhões. Já Tibagi fechou o ano de 2019 com R$ 842 milhões, ou seja, apresentou uma queda de 6,08%. Em 2018, o município somava R$ 896 milhões. No setor da agropecuária, está em quinto lugar e teve uma soma de R$ 390 milhões.

Em Palmeira, o ano de 2019 fechou em R$ 1,34 bilhão, e caracterizou uma redução de 5,98%. Na agropecuária se apresenta na oitava colocação com R$ 333 milhões.

Piraí do Sul teve crescimento de 1,66% no valor do PIB em 2019, e fechou em R$ 811 milhões. Vale destacar a cidade de Ortigueira, que de 2018 para 2019 cresceu 33,25% no PIB e somou R$ 2,9 bilhões. Segundo os dados divulgados, o alto crescimento tem relação a unidade Puma da Klabin, instalada em 2016.

Estado

No Paraná, três municípios continuam nas três primeiras posições, são as cidades de Curitiba, em primeiro, com R$ 96 bilhões, seguida de São José dos Pinhais, com R$ 29,9 bilhões, e em terceiro Londrina, com R$ 21,5 bilhões.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.