Filho de castrenses morre em combate na Guerra da Ucrânia

Filho de castrenses morre em combate na Guerra da Ucrânia

Emerson Teixeira*

O jovem Murilo Lopes Santos, de 26 anos, nascido em Ponta Grossa mas filho e neto de castrenses, inclusive morou na cidade por muito tempo, morreu em combate na cidade de Zaporizhzhia, na Ucrânia. A informação foi confirmada pelos familiares nesta manhã de segunda-feira (8).

Em contato telefônico, a mãe de Murilo, Rosângela Pavin Santos, confirmou a notícia e informou que estava a caminho do 5º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado. Rosângela prometeu fornecer mais informações sobre a morte do filho, posteriormente.

Em entrevista ao g1, Rosângela revelou que Murilo se alistou voluntariamente e chegou à Ucrânia no dia 3 de novembro de 2022, motivado pelo desejo de lutar ao lado das forças ucranianas contra a invasão russa. O conflito, que começou em 24 de fevereiro de 2022, continua sem previsão de término, com ataques intensos por terra, ar e mar.

Apesar de sempre ter sido contra a decisão do filho, Rosângela disse que não conseguiu impedir sua ida para a Ucrânia, pois acreditava que a escolha refletia a essência de Murilo. A morte do jovem foi informada ainda na manhã da última sexta-feira (5).

Murilo serviu o Exército Brasileiro em Castro por cerca de um ano e meio, sendo dispensado após cumprir seu tempo de serviço militar. Sua decisão de se alistar nas forças ucranianas foi motivada por suas convicções pessoais.

Este é o segundo caso de um paranaense morto no conflito na Ucrânia. Em agosto de 2023, um jovem curitibano que estudava medicina também perdeu a vida na guerra.

*Com informações do G1

Redação Página 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.
× Fale com o P1 News!