Blitz do IPVA fiscaliza 782 veículos em Castro

Blitz do IPVA fiscaliza 782 veículos em Castro

Luana Dias

A Blitz do IPVA realizada em Castro na manhã desta quarta-feira (24), pela Receita Estadual de Ponta Grossa, resultou na fiscalização de 782 veículos, abordagem de 27, entre carros e motos que estavam irregulares com o Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor, além da apreensão de três carros e de três motos, que tinham dívidas, ou possuíam outras irregularidades.

Conforme explicou à reportagem a delegada da Receita de Ponta Grossa, Audrey Grubba, durante a ação de fiscalização volante para cobrança do IPVA os auditores utilizaram o aplicativo ‘Fiscaliza PR’, através do qual é possível fazer leitura OCR (Reconhecimento Ótico de Caracteres), utilizando a câmera de um smartphone e verificar a placa do veículo em trânsito para saber se o mesmo foi roubado, se está inadimplente com o IPVA ou se tem outras pendências, como falta de pagamento do licenciamento anual. A partir da verificação desses dados é que ocorre a abordagem, e se o veículo apresentar pendências, o motorista é orientado e também já recebe a guia para pagamento do Imposto, assim como é encaminhado para a equipe da Polícia Militar, que também tem agentes trabalhando na ação, quando há constatação de outras pendências ou irregularidades.

Audrey também falou novamente sobre o objetivo da Blitz e da importância da abordagem desses motoristas com a intenção de conscientizá-los sobre a relevância do recolhimento do Imposto. “A ideia é abordar motoristas que estão inadimplentes com o Imposto, incentivando-os e os orientando para que possam proceder com a quitação. Buscamos com essa operação reduzir a inadimplência do IPVA, que está muito alta na região, e conscientizar a população sobre a importância da arrecadação do Imposto, haja vista que metade de todo valor arrecadado com o IPVA vai para os cofres da prefeitura da cidade onde os carros foram emplacados, e esses recursos retornam para a sociedade, em forma de políticas públicas”, explicou.

Ao fim da entrevista a delegada registrou agradecimento às equipe que participaram da ação no município. Segundo ela trabalharam na Blitz em Castro oito auditores fiscais e um agente fazendário da Receita Estadual de Ponta Grossa, quatro guardas municipais de Castro e cinco policiais militares. “Através dessa união pudemos conscientizar a população sobre a importância do recolhimento do IPVA para a sociedade do Paraná”, ressaltou.

A primeira ação de fiscalização volante para cobrança do IPVA deste ano foi realizada na cidade de Ponta Grossa, no dia 28 de outubro, e de acordo com Audrey Grubba, diversas outras cidades dos Campos Gerais ainda devem receber a Blitz. A próxima está prevista para ocorrer em Telêmaco Borba.

Números da inadimplência

Entre os anos de 2014 e 2021 o Paraná deixou de arrecadar quase nove milhões de reais (R$ 8.924,864), devido a não quitação do valor correspondente ao Imposto. O ano de 2021 foi o que teve o maior número de inadimplentes. Dos R$ 21.988.659,15 que deveriam ter sido recolhidos através do IPVA, um total de R$ 3.443.924,85 deixou de ser pago pelo contribuinte, o que corresponde a 15,7% de inadimplência, considerando os 25.510 veículos registrados na cidade. O imposto de 7.465 veículos deixou de ser pago durante o ano, ou seja, 29,3% dos donos de veículos deixaram de recolher o valor do IPVA ao longo do ano em Castro.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.