Fomento Paraná capacita agentes para ampliar oferta de crédito

Fomento Paraná capacita agentes para ampliar oferta de crédito

AEN

Em mais uma etapa da estratégia para expansão de parcerias visando ampliar a oferta de crédito para apoiar os empreendedores de todas as regiões do Estado, a Fomento Paraná deu início nesta segunda-feira (22) a três novos cursos de capacitação de agentes de crédito e correspondentes, com 115 participantes. Os cursos são na modalidade a distância (EAD), com aulas ao vivo, e contam também com a parceria do Sebrae-PR.

“A capacitação de novos agentes e correspondentes ajuda a ampliar nossa presença no Estado. Além de intermediar as operações, esses parceiros contribuem na divulgação da instituição como oportunidade adicional de acesso ao crédito em condições adequadas para apoiar os empreendedores”, afirma Heraldo Neves, diretor-presidente da Fomento Paraná.

As linhas de crédito da Fomento Paraná atendem principalmente empreendedores informais e empresas de micro ou pequeno porte. Ao final de 2020 a instituição estava presente em 246 municípios com agentes de crédito e em 58 com correspondentes, com um total de 265 postos de atendimento. O objetivo é chegar a 300 municípios neste ano.

“Nossos parceiros são prefeituras ou entidades como federações, associações comerciais e sociedades empresariais, que nessa união ajudam a fortalecer uma política pública importante para a economia de suas comunidades, que é facilitar o acesso ao crédito para os pequenos negócios, que têm mais dificuldade em obter recursos em condições adequadas de taxas e prazos”, afirma Neves.

“A capacitação dos agentes e correspondentes também é importante porque nosso modelo de atuação em parceria ajuda a reduzir os custos dos recursos que emprestamos ou financiamos”, explica Vinícius Rocha, diretor de Mercado da instituição.

Outro fator importante no crédito ofertado pela Fomento Paraná por meio das parcerias, de acordo com os diretores, é que o modelo de atuação da empresa é baseado no crédito orientado. Em cada operação são avaliadas tecnicamente as possibilidades de sucesso do negócio e até o volume necessário de recursos para cada empreendimento, de acordo com a capacidade de pagamento.

RECURSOS EM CIRCULAÇÃO

Entre as operações captadas pela equipe própria ou digitalmente, por meio do portal institucional www.fomento.pr.gov.br, e em conjunto com as entidades parceiras, a Fomento Paraná contratou 30.227 operações ao longo de 2020. Foi o melhor ano da instituição, totalizando cerca de R$ 328,2 milhões em crédito liberado para empreendimentos privados de micro e pequeno porte.

Desse total, 23.283 operações foram da linha Paraná Recupera, lançada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior em abril do ano passado, que somam R$ 120 milhões em recursos disponibilizados pelo Fundo de Desenvolvimento Econômico – FDE. Outros R$ 9 milhões foram contratados por meio da linha Paraná Recupera – Transportes, destinada a transportadores escolares e do segmento de turismo, que teve 1.030 beneficiados.

Neste mês de março, também por determinação do governador Ratinho Junior, a Fomento Paraná reativou a linha Paraná Recupera, com créditos de até R$ 5 mil para apoiar empreendedores informais, MEIs e microempresas. Novamente os recursos são disponibilizados por meio do Fundo de Desenvolvimento Econômico – FDE, que está recebendo aportes de R$ 10 milhões do Tesouro Estadual, por meio da Secretaria de Estado da Fazenda, em apoio aos pequenos negócios, grandes geradores de emprego e renda.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.