Prazo para tirar ou transferir título de eleitor encerra no mês de maio

Prazo para tirar ou transferir título de eleitor encerra no mês de maio

Emerson Teixeira

Carambeí – 2022 é ano de Copa do Mundo e de Eleições, e também no dia 2 de outubro de ir às urnas para escolher presidente, governadores, senadores, deputados federais e estaduais. Para votar é necessário estar em dia com a Justiça Eleitoral e o prazo para tirar, transferir ou regularizar o título de eleitor encerra no dia 4 de maio.

Em Carambeí, segundo a última atualização do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, 15.936 eleitores estão aptos a votar nos seis locais de votação que abrigam as 46 sessões no município. Os carambeienses podem realizar o procedimento no Cartório da 139ª Eleitoral, na Rua Saint Hilaire, 187, em Ponta Grossa, munidos de documento original com foto e comprovante de endereço no nome do eleitor, ou pela internet, através do sistema Título Net. Durante o recesso da Justiça Eleitoral, que encerrou na quinta-feira (20), o atendimento presencial foi das 13 às 18 horas. A partir de hoje (21), o atendimento passa a ser das 12 às 18 horas.

Aquele que optar pelo Título Net deve acessar o endereço https://cad-app-titulonet.tse.jus.br/titulonet/novoRequerimento e seguir o passo a passo. O próprio sistema informa no início do procedimento que o atendimento virtual não garante a regularização da situação do eleitor. “O requerimento deverá ser analisado e concluído pela unidade da Justiça Eleitoral. Acompanhe o andamento de seu requerimento na aba ‘Acompanhar requerimento’”, informa. Através do Título Net é possível realizar a transferência de município, alteração de dados pessoais, alteração de local de votação e revisão para a regularização de inscrição cancelada. O eleitor que não votou e não justificou também pode utilizar a plataforma para regularizar a situação.

Foto: Divulgação/Uepg

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.