Mulheres são homenageadas em Carambei pelo seu dia

Mulheres são homenageadas em Carambei pelo seu dia

Emerson Teixeira
Especial P1 News

Carambeí – O Dia da Mulher na cidade foi marcado por uma noite de homenagens no salão plenário da Câmara Municipal, em evento organizado pelo Departamento de Cultura do município e que contou com a participação da prefeita Elisangela Pedroso.

A diretora de Cultura, Marli Menarim, disse que foram escolhidas mulheres que representam os segmentos que elas atuam, muitas pioneiras e referências nas suas áreas em Carambeí, e através delas homenagear as demais mulheres de cada área. “Por exemplo, na gastronomia a Dona Terezinha [Tortas Wolf], no comércio a Dona Jaci [Lojas Catalita], na fotografia a Dona Fátima [Foto Baby], a Mayke com a história da sua escola de idiomas [Idiom House]; uma pioneira na cidade a Patrícia Heerenveen, como professora da rede municipal e estadual, há 40 anos dando aula; a Dona Ardete como a fotografia daquele mulher que sempre ficou nos bastidores, mas sempre muito prestativa, com destaque no trabalho voluntário na assistência social e a enfermeira Rosana, nesse período de pandemia as profissionais de saúde tem um papel fundamental e a Agueda da Rede Feminina [de Combate ao Câncer] com um trabalho de 10 anos”, descreveu a diretora.

Além das homenagens, o público presente pode acompanhar a apresentação da companhia teatral Dia de Arte com a peça “O que eu deveria ser se não fosse que eu sou”.

Homenageadas

Maaike Elizabeth de Geus Dijkstra – Escola de idiomas;

Maria Terezinha Wolf Domingues – Gastronomia;

Rosana de Fátima de Sousa – Setor de saúde;

Agueda Regina Franco de Guimarães – Rede Feminina de Combate ao Câncer;

Patrícia Rosana Heerenveen – Profissional do setor de Educação;

Ardete Teixeira de Oliveira – Voluntariado na assistência social;

Fátima Dizonete Baby – Primeira fotografa de Carambeí;

Jaci Nadal Carneiro Araujo – Pioneira no comércio local.

Senhora Wolf

Quando se fala em tortas, um dos nomes que logo vem à memória é Tortas Wolf. E tudo começou pelas mãos da empreendedora Maria Terezinha Wolf Domingues, que desde quando trabalhava como empregada, já produzia bolos e empadinhas. No ano de 2014 tomou a decisão de deixar a carteira assinada e empreender ao lado dos filhos e criaram a Tortas Wolf, hoje uma das referências regionais quando o assunto é café com tortas. “É muito gratificante saber que todo o nosso trabalho foi reconhecido, dá mais força para correr atrás dos objetivos, fiquei muito feliz pela homenagem nesse dia especial que é o dia da mulher”, declarou.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.