Juíza do TJPR é eleita presidente do Colégio de Coordenadores da Infância e Juventude dos Tribunais de Justiça do Brasil

Juíza do TJPR é eleita presidente do Colégio de Coordenadores da Infância e Juventude dos Tribunais de Justiça do Brasil

Da Assessoria

O Colégio de Coordenadores da Infância e Juventude dos Tribunais de Justiça do Brasil já tem como seu presidente a magistrada Noeli Salete Tavares Reback, Juíza de Direito titular da Vara da Infância e Juventude de Ponta Grossa e Coordenadora Estadual da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR). A eleição foi na sexta-feira (29).
O Colégio de Coordenadores tem como principal objetivo estabelecer uma linha de atuação com diretrizes unificadas nessa área.

Além da magistrada, que ficará à frente da entidade durante a gestão do biênio 2021/2022, comporão a nova diretoria o Juiz Adhailton Lacet Correia Porto, da 1ª Vara da Infância de João Pessoa e Coordenador Estadual do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), como Vice-Presidente; e a Juíza Patrícia Pereira Neves, titular da 1ª Vara da Infância e Juventude de Vila Velha e Coordenadora Estadual do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES).

Participaram da reunião, dentre outros, magistrados de diversos Tribunais de Justiça estaduais: Sérgio Luiz Ribeiro de Souza, do Rio de Janeiro e então Presidente do Colégio; Reinaldo Cintra, de São Paulo; Carlos José Limongi Sterse, de Goiás; Ladilson Costa Moita, do Amapá; Adhailton Lacet Correia Porto, da Paraíba; Maria Lúcia de Fátima Barbosa Pirauá, de Alagoas; Eguiliell Ricardo da Silva, do Mato Grosso do Sul; Nara Cristina Neumann Cano Saraiva, do Rio Grande do Sul; Stenio Neiva Coêlho, de Pernambuco; Rosa Geane Nascimento Santos, do Sergipe; Eufrida Costa Belleza Silva, do Amazonas; Frederico Paiva Bandeira de Souza, do Tocantins; Isaias Fonseca, de Rondônia; e Marcelo Lima de Oliveira, de Roraima.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.