Humai-UEPG promove ação no dia nacional de doação de leite humano

Humai-UEPG promove ação no dia nacional de doação de leite humano

Da Assessoria

Em comemoração ao Dia Nacional de Doação de Leite Humano, o Hospital Universitário Materno-Infantil (Humai) promove nesta quarta-feira (19) atividades de incentivo à doação de leite e amamentação exclusiva. O evento também busca mostrar o trabalho do banco de leite do Hospital e sua importância para mães internadas e todo o corpo de profissionais do Humai.

De acordo com Wagner Kloster Antunes, nutricionista do Hospital Universitário, a doação de leite materno possui grande importância social para toda a comunidade. “Todas as pessoas precisam comprar essa causa. Tem que ser um trabalho conjunto para atingir o maior número de pessoas possível”. As ações contaram com a equipe multidisciplinar do Humai. “Acreditamos que o trabalho deve envolver todos os profissionais e a equipe precisa incentivar a doação de leite e amamentação exclusiva. A odontologia, por exemplo, trabalha na pega do peito, a fonoaudiologia auxilia a mãe que tem problemas no seio. Todas as profissões terão um momento de explicação do seu papel no projeto”, destaca Wagner.

Arilene de Quadros acaba de ter sua filha no Hospital e foi uma das beneficiadas pela doação do leite materno. “Ela nasceu antes do tempo e precisou do leite. Tive outro filho que nasceu prematuro e também precisou da doação. Fiquei muito feliz de saber que eles receberam”. A mãe destaca a importância de ter recebido o leite materno pasteurizado. “Eu agradeço de coração; se eu pudesse, também doaria. Fico muito agradecida a quem doou, pois fez muita diferença para minha filha e para mim também, como mãe”.

O leite materno arrecadado pelo Hospital passa por processos de análises microbiológicas, antes de ser pasteurizado e armazenado no banco. Assim, são descartados os leites que não foram coletados corretamente. “O pessoal do banco de leite conhece todo o processo de doação e sabe das dificuldades e alegrias, porque eles fazem um trabalho de formiguinha – a equipe vai na casa das mães e incentiva a doação. É uma relação que precisa ser cultivada para que o trabalho vá adiante”, ressalta o nutricionista.

Doações

A doação de leite materno no Hospital aumentou no início da pandemia. Usualmente o Humai arrecadava, em média, 80 litros de leite materno por mês. “Quando as mães passaram a ficar em casa e houve o isolamento, a doação de leite aumentou para cerca de 120 litros”, comemora Wagner. Com o afrouxamento das restrições, a doação diminuiu. O Humai fechou o mês de abril com 77 litros de leite.

Ana Debastiani, enfermeira do Humai, conta que a doação de leite é muito importante para mães internadas com seus filhos recém-nascidos nas UTIs Neonatal. Quando a mãe não consegue amamentar, a segunda opção para o bebê é o leite materno pasteurizado. “Sem essas doações, muitos bebês não teriam como se alimentar”, frisa. A enfermeira também enfatiza a importância do ato para a própria doadora de leite. “Quando se tem uma produção excedente de leite, é essencial que ela esvazie as mamas, porque pode trazer complicações, como mastite e inflamações”. As mães doadoras são orientadas pela equipe o correto procedimento de coleta e armazenamento do leite, para que seja possível a pasteurização e encaminhamento aos bebês das UTIs.

Como doar

As mães que quiserem ser doadoras devem estar em processo de amamentação do seu bebê e serem clinicamente saudáveis. Interessadas pode entrar em contato pelos telefones (42) 3220 1050; (42) 3311 8414 ou WhatsApp (42) 99148 1909. Os profissionais farão o cadastro e verificação de exames e hábitos de saúde. Se a mãe se encaixar nas exigências, a equipe entrega os materiais de coleta e orienta sobre como proceder a coleta e armazenamento do leite. Os frascos de leite são retirados pela equipe, semanalmente, na casa das doadoras. “Durante a pandemia, reforçamos os cuidados da equipe, como álcool em gel, máscaras e todos vão nas casas paramentados. Isso protege os funcionários, a doadora e os familiares, para que o leite também chegue em condições adequadas aqui no Hospital”, completa Ana.

Texto: Jéssica Natal  | Foto: Luciane Navarro

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.