Escolas municipais são as grandes vitoriosas em campanha do Sesc contra a dengue

Escolas municipais são as grandes vitoriosas em campanha do Sesc contra a dengue

Da Assessoria

Ponta Grossa – Professores e alunos da rede municipal de ensino foram premiados nesta semana pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), pela participação na Campanha contra a dengue – Aqui o mosquito não entra. As escolas foram as principais mobilizadoras para o combate ao mosquito, promovendo aulas e incentivando a participação das famílias, com apoio da Secretaria Municipal de Educação.

Quatro escolas, uma professora e três estudantes foram mencionados como destaques da ação promovida pelo Sesc. Por meio de um aplicativo, eles registraram em fotos cada registro de possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor dos vírus da dengue, zyka e chikungunya. Juntas, somente as quatro primeiras colocadas eliminaram quase 18 mil possíveis focos encontrados na comunidade.

Além dos destaques individuais, Ponta Grossa tem ainda cinco escolas entre as dez primeiras do Paraná em eliminação de possíveis focos da dengue. A cidade foi a terceira colocada no Paraná, tendo eliminado 22 mil focos – atrás de Apucarana e Umuarama.

Leandro Rodrigues, gerente do Sesc Ponta Grossa, conta que a ação teve o objetivo de mobilizar a sociedade contra o mosquito transmissor das doenças. “Toda a comunidade poderia efetivar o combate ao mosquito da dengue e registrar sua participação dentro desse aplicativo, ampliando o combate e não deixando a responsabilidade somente para os agentes de endemia dos municípios. As escolas, professores, alunos e a Secretaria Municipal de Educação foram nossos grandes parceiros”, comenta.

A professora de Educação Física Cíntia Lieber de Carvalho, da Escola Municipal Professor Jorge Dechandt, foi premiada como a pessoa que mais enviou imagens de focos eliminados: 5293. “Este mérito eu divido com todos os alunos e funcionários, pois eu centralizei todos os envios, que foram encontrados e eliminados por toda a nossa escola”, conta ela. Cíntia também conta que a atividade uniu a conscientização com o espírito competitivo das crianças. “A soma dessas duas coisas levou a gente a conseguir esse número tão expressivo”.

A supervisora do Departamento de Educação, professora Izolde Hilgemberg, conta que as crianças aproveitam a parceria com o SESC para estudar o tema em diferentes disciplinas, como matemática, língua portuguesa, ciências, geografia e educação física. “A campanha veio a somar com nosso currículo, porque além do trabalho de buscar os focos do mosquito, ela se entrelaça com os componentes curriculares, trabalhando localização, produção de texto, as doenças, e também alfabetiza por meio do tema. Então, além de fazer bem para a comunidade, faz bem para a escola e está de acordo com nosso currículo”, considera.

Ranking
Pessoas

Cíntia Lieber de Carvalho (Inspetora) – 5276 focos eliminados
Murilo Pereira Campagnaro (Detetive) – 3109 focos eliminados
Breno Iran Supanik Kwiatkoski (Detetive) – 2237 focos eliminados

Instituições de Ensino
Escola Municipal Professor Jorge Dechandt – 5293 focos eliminados
Escola Municipal Maria Elvira Justus Schmidt – 4602 focos eliminados
Escola Municipal Zahira Catta Preta – 4158 focos eliminados
Escola Municipal Adelaide Thomé Chamma – 3725 focos eliminados

Reconhecimento especial
Bruno Ivachuka – Escola Maria Eulina

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.