Dia da Mulher Castrolanda incentiva e fortalece a presença feminina no cooperativismo

Dia da Mulher Castrolanda incentiva e fortalece a presença feminina no cooperativismo

*Da redação

Após dois anos sem o evento presencial, a Cooperativa realizou o Dia da Mulher Castrolanda. O encontro reuniu no Memorial da Imigração Holandesa, na quinta-feira (28 de abril), mais de 150 mulheres cooperativistas, entre cooperadas, esposas e filhas de cooperados, que participaram de palestras e atividades voltadas ao fortalecimento da participação feminina no cooperativismo e no agronegócio.

A abertura do evento foi feita pelos representantes da Cooperativa e, na sequência, as participantes assistiram à palestra ‘Mulheres: o futuro é feminino e colaborativo’, ministrada por Alessandra Alkmim. Além de palestrante profissional, Alessandra é storyteller, estudante de futuros, apresentadora, mestre de cerimônias, impulsionadora de mulheres autênticas e ativista social no movimento de apoio ao empreendedorismo e empoderamento feminino.

Alessandra Alkmim durante a palestra no evento

No período da tarde, a gerente da agência Castrolanda do Sicredi, Kellyn Munsberg, apresentou o Seguro de Vida Mulher e esclareceu dúvidas sobre o tema. Na sequência, a coordenadora da Comissão Mulher Cooperativista da Castrolanda, Debora Noordegraaf, apresentou a história do grupo de mulheres, as ações realizadas ao longo dos anos e o planejamento para 2022. A última atividade foi ministrada pelo biólogo e diretor do Viveiro Porto Amazonas, Leonel Anderman, com a oficina de bonsai para as participantes, que receberam a planta para o cultivo.

Oficina de bonsai no Dia da Mulher Castrolanda

Nos intervalos das atividades, foram realizadas apresentações artísticas pelo grupo Sou Arte, além do sorteio de brindes da Comissão Mulher Cooperativista e dos parceiros do evento. No encerramento do encontro, as mulheres desfrutaram de café colonial.

História do evento e a importância da mulher cooperativista
O Dia da Mulher Castrolanda é realizado há mais de 20 anos pela Castrolanda. As primeiras edições eram organizadas por colaboradores da Cooperativa e, há alguns anos, o evento passou a ser responsabilidade do grupo de mulheres cooperativistas.

“É um encontro bem grandioso. Pensamos na importância da mulher e fazer um dia descontraído para que elas possam sair do campo, se reunirem aqui com as amigas e se divertirem. É um dia voltado a elas. Para nós foi uma expectativa bem grande, porque ficamos dois anos sem a realização presencial por conta da pandemia. Pela participação, a gente viu que elas vieram com muita vontade de se ver”, conta a coordenadora da Comissão, Debora Noordegraaf.

Debora Noordegraaf apresentou as ações da Comissão Mulher Cooperativista

“É um dia para homenagear nossas mulheres cooperativistas, um momento para unirmos todas elas e mostrar o quanto elas são importantes para a Cooperativa”, complementa a supervisora de Cooperativismo, Ananda Chuproski.

O presidente da Castrolanda, Willem Berend Bouwman, reforça que é necessário envolver cada vez mais a mulher nos negócios. “Entendemos que ela é parte fundamental, dá sustentação e segurança nas decisões no campo. Como cooperativa, estimulamos a participação dela na propriedade e queremos envolvê-la cada vez mais nas ações da Castrolanda para que tenhamos uma visão diferente, não apenas de homens, mas também de mulheres participando nas decisões”.

Participantes

A cooperada Leocadia Aparecida Prestes participou do Dia da Mulher Castrolanda pela primeira vez e destaca a união entre as mulheres cooperativistas. “A mulher tem essa força e essa disposição para fazer dar certo. Aqui vemos uma união que auxilia no crescimento e no envolvimento de mais mulheres nas atividades da Cooperativa”.

Ionelise Barbosa é filha de cooperado e já participa do evento há anos. “O encontro sempre traz palestras com temas relevantes para a mulher da cooperativa e que trazem motivação. A palestra dessa edição trouxe como tema a inovação e como nós podemos olhar os nossos negócios de uma forma criativa. A Comissão da Mulher Cooperativista vem fazendo um trabalho incrível, que valoriza a mulher, que também está na frente dos negócios”.

Comissão Mulher Cooperativista e equipe de Cooperativismo da Castrolanda com o grupo Sou Arte

A esposa de cooperado, Jussara Aparecida Liebel, veio junto com as mulheres de Piraí do Sul para participar do evento e relata que as mulheres estão buscando cada vez mais conhecimento para assumirem os negócios. “Essas iniciativas são muito válidas porque sempre foi o homem que esteve à frente da propriedade e hoje a mulher também participa. Como vimos na palestra, ainda falta essa parte de humanização nos negócios e a mulher tem muito disso: a empatia e o jogo de cintura para lidar com as situações”.

*Com assessorias

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.