Técnicos do IAT trabalham para evitar contaminação de rio

Técnicos do IAT trabalham para evitar contaminação de rio

Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Estadual

Edilene Santos

Nesta quinta-feira (15), o trabalho continua na região do acidente que provocou um grande vazamento de combustível ontem, na PR-151, entre Ponta Grossa e Carambeí. Técnicos do Instituto Água e Terra (IAT) – antigo IAP – e da Sanepar monitoram o vazamento dos combustíveis no Rio Pitangui. Barreiras de contenção foram colocadas para que os produtos tóxicos não avancem pelo rio e cheguem à área de captação de água da Sanepar.

Segundo o Corpo de Bombeiros, um dos tanques continha 28 mil litros de óleo diesel e houve vazamento total. Do outro tanque vazaram 15 mil litros de etanol, dez mil litros de óleo diesel e cinco mil litros de gasolina. Boa parte escorreu pela rodovia e acabou atingindo o rio Pitangui, que passa às margens da estrada.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.